22 de maio de 2015

O meu cabelo é liso e fino. E agora? #2

Depois de já aqui vos ter falado dos meus truques na hora de secar o cabelo, desta vez venho contar-vos como a coisa funciona no passo anterior.

Lavar o cabelo!

1º - Cabelos finos tendem a criar oleosidade rapidamente uma vez que perdem volume junto à raíz e passado pouco tempo (este "pouco tempo" é relativo, varia de pessoa para pessoa) já o temos lambidinho, como se trabalhassemos num lagar (nada contra!!!). 
Então, há pelo menos uma vez na vida a tendência a usar os champôs ditos purificantes. Os transparentes, portanto. Limpam em profundidade e prometem um cabelo solto e leve durante 17 anos. 
O grande senão destes champôs é que usados com frequência tendem a secar o cabelo, a torná-lo áspero, frisado, difícil de desembaraçar. 
Não sendo especialista no assunto, penso que uma ideia inteligente é usá-lo por exemplo aos fins de semana, de 5 em 5 lavagens, com uma frequência relativamente baixa. 
Assim limpam o couro cabeludo com eficiência sem o desgastar.
O que eu costumo usar é da Pantene.



2º - Quando temos um cabelo com pouco volume temos também tendência a atirar-nos para champôs que prometam uma pequena juba. Há tempos era o Denso e Abundante da Garnier a deixar o mulherio com os nervos em franja. Estes produtos podem dar uma pequena ajuda no visual do vosso cabelo mas também podem fazer-vos nós que começam bem juntinho à raíz e que vos faz desejar muito uma carecada. A mim ainda me só aconteceu esta última parte.
Então, os produtos que costumo usar ligam-se mais à reparação e proteção dos fios.
Volto a referir a Pantene porque realmente é uma marca em que confio.
Como apenas costumo cortar o cabelo duas vezes por ano (no final do verão e nos meus anos, em abril), tenho que proteger muito bem a minha cabeleira de forma a que não existam pontas espigadas nem palha de aço. A verdade é que a minha cabeleireira fica muito contente comigo porque realmente estas gamas de reparação de danos ajudam a prevenir desgraças.


3º - O condicionador e a máscara deve ir ao encontro das vossas necessidades (hidratação, cabelos pintados, ...). Claro que se utilizarem uma gama de produtos da mesma linha os resultados poderão ser mais notórios mas penso que por aí não há muito onde pegar. Eu costumo gostar de usar condicionadores mais cremosos (e, portanto, mais regeneradores e hidratantes) e muitas vezes o champô dessa gama não me convence, ou vice-versa.

4º - Um truque que agora no tempo quente não custa nada. No final do duche passem os vossos lindos e macios fios de cabelo por água morna ou fria! Para além de vos trazer um boost de brilho, fecha os folículos capilares prevenindo a queda e adiando a produção de óleo. 



Um beijo,
MariaDaniela

Sem comentários:

Enviar um comentário