4 de junho de 2015

Dicas para poupar uns trocos



Sempre fui poupada. Melhor, sempre me ensinaram a poupar. Tinha 11 anos quando quis comprar uma mochila Eastpak. Os meus pais fizeram-me poupar para a comprar e só por isso ainda hoje a tenho e a adoro. Demorei meses a juntar 40€ para a pagar... 

Das minhas mesadas e semanadas sempre tentei tirar um "pedacinho" para guardar. 
Quando comecei a trabalhar tornei-me tão poupada que praticamente deixei de viver. Não saía, não comprava quase nada para mim (roupa, acessórios, ...) porque tinha em mente que precisava de comprar um carro e todo o dinheiro que guardava me parecia pouco.
A minha mãe abriu-me os olhos. Disse-me para poupar mas com peso e medida ou ia acabar frustrada. Tinha razão, como aliás tem sempre.

Carrego o defeito de ter sempre os dois olhos no futuro. Às vezes escapa-me o presente. Hoje, já comprei o carro mas já estou de olho num aparelho para as minhas dentolas. É isto. Mas a "forretice" está bem mais moderada e é por isso que me sinto à vontade para vos deixar umas dicas.


- Poupem com um Objetivo.
Uma viagem, um curso, um carro, uma melhoria na vossa aparência, o que quiserem. Poupar só porque sim torna o processo muito aborrecido. A motivação é essencial aqui. Tal como ficar fit para o verão: é preciso um bocadinho de esforço mas o resultado compensa.


- Estipulem um Valor.
É importante que se possa medir o vosso esforço. Se a poupança for irregular, vai parecer aceitável que durante um mês poupem 5€ quando no início começaram com 50. Pode ser, por exemplo, 10% do vosso ordenado/mesada, o dinheiro que iam gastar em tabaco, qualquer coisa. 




- Extras são sempre bem vindos.
Aquelas botas que custam 200€ são lindas e estão mesmo a fazer-nos falta, mas se calhar são bem insignificantes perante o nosso objetivo. O reembolso do IRS, os presentes monetários de aniversário ou natal são um óptimo exemplo e trazem toda uma nova alegria ao nosso porquinho mealheiro.


- Permitam-se a pequenos mimos.
Não façam como eu. Saiam à noite, almocem fora, façam uma massagem, comprem um bikini novo e uns óculos de sol. Eu compro sempre um mimo no início de cada mês e no fim com o que "sobra" daquele montante que não era para poupar. O valor que querem poupar devem permitir-vos viver e ter a qualidade de vida que o vosso ordenado/mesada deixa.


- Um deslize não mata ninguém.
Se a certa altura tiverem de usar parte ou todo o dinheiro que queriam poupar nesse mês ou semana, usem! Os imprevistos acontecem, muitas vezes até. Não deixem de comer, não deixem de ir à festa de anos daquela amiga na outra ponta do país. Só não percam o foco. Mantenham-se concentradas no vosso objetivo e no próximo mês a coisa correrá melhor. Se forem necessários ajustes no valor da poupança, façam-nos. Não sejam demasiado rígidas ou acabam por ser o Passos Coelho de vocês próprias.


Eu sigo muito estes tópicos. Adoro dinheiro e tento tratar muito bem o meu. 
Espero que saiam daqui um pouco mais motivadas para poupar e para conquistarem a pulso os vossos objetivos!

Um beijo,
MariaDaniela

3 comentários:

  1. Ao ler este post identifiquei-me muito contigo. Sempre fui muito poupada, e a maior parte das vezes sou demasiado racional antes de comprar seja o que for, principalmente quando o foco da compra sou eu. Mais rapidamente gasto dinheiro a comprar presentes para oferecer a alguém, do que perco tempo à procura de coisas para mim. A maior parte das vezes levo meses para finalmente decidir que está na hora de comprar aquela peça de roupa ou acessório que já ando a namorar há tanto tempo...
    Mas tens toda a razão no que dizes, há que poupar, mas também devemos usar o dinheiro que tanto suamos para ganhar para termos alguma satisfação na vida. Ter os olhos postos no futuro é importante, mas o presente é aquilo que temos de mais certo. Há que aproveitar!

    Parabéns pelo post :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Percebo-te perfeitamente! Às vezes até 20€ numa camisola me "doía" gastar! Deixei passar muitas peças que gostava por esperar por saldos ou por não ser "a altura certa para comprar".
      Temos de aproveitar o que temos hoje, viver com as possibilidades que podemos. O amanhã é uma surpresa... sempre.
      Um beijinho! Obrigada!

      Eliminar
  2. Sabes, ri-me imenso com a do Passos Coelho! Obg pela gargalhada!
    Quanto ao resto tens razão, para se poupar é preciso ter um objectivo, senão não dá prazer e acabamos por desistir! Beijos

    ResponderEliminar