24 de agosto de 2015

O resumo da semana! #2

Uma semana agitada! Com visitas praticamente todos os dias, boa disposição, grelhados e gargalhadas.
Ao mesmo tempo a saúde a dar de si...
Vejamos.

 Segunda feira a começar cinzenta e se o verão se veste de outono, eu vou com a maré. Sóbria e discreta como o tempo quase o exige.



As sucessivas crises de asma resultaram numa inflamação pulmonar. A medicação felizmente tornou os dias suportáveis mas os efeitos secundários da cortisona não são fáceis.O cansaço, a barriga (ainda mais) inchada e as imensas dores musculares que surgiram depois quase me roubavam a boa disposição. Mas, curando a falta de ar, tudo o resto se aguentava com uma perna às costas.



Quando o sol finalmente predomina e afasta as nuvens, é altura de ir a correr buscar as peças de roupa mais leves que temos no armário (correndo o risco de, caso se desperdice uma oportunidade não exista mais nenhuma... com um verão destes nunca se sabe). Passando o dia por casa ou com pouco por fazer, a facilidade de vestir qualquer trapinho sabe deliciosamente.



A vida de campónia só se completa com outras vidas. Como estas: pequeninas e irrequietas. Os seus curiosos narizes e os seus pelinhos naturalmente penteados trazem uma magia infantil e tonta às coisas vulgares. É um entusiasmo vê-los crescer todos os dias. 



O fim de semana foi a altura ideal para dar uma volta ao quarto. Uma volta que há muito era necessária. Foi adiada vezes sem conta por achar que nunca tinha tempo. O que já não tinha mesmo era espaço. O cabide das carteiras estava em sofrimento com dezenas de "sanguessugas" pesadas e velhas a sufocá-lo. Estas que aqui vos mostro foram para o lixo mas outras tiveram melhor sorte.


As carteiras que tiveram melhor sorte, como vos dizia, serão encaminhadas para quem lhes dê amor e utilidade. É ritual todos os anos fazer uma recolha das minhas roupas em bom estado para doar. Tendemos a criar ligações emocionais com as peças e torna-se muito fácil ir acumulando mais e mais. Só que os sentimentos não estão no tecido. Liguei o meu lado racional e fui capaz de juntar tudo o que não uso para dar a alguém. Da minha parte foram dois sacos com capacidade para 50 litros. 
O meu armário agradeceu (acreditam que tinha roupas trazidas do Algarve ainda nas malas por falta de espaço?!) e eu já respiro de alívio. Adoro ter tudo organizadinho!


Agora tudo pronto para mais uma semaninha! Tudo limpo e arrumadinho e já com mil ideias para vos mostrar uns looks de transição! Sim, encontrei imensas camisolas e peças giras de que já não me lembrava! Acontece sempre, não é?
Um beijo,
MariaDaniela

1 comentário:

  1. Adorei o teu colar borboleta!
    Também costumo fazer pelo menos duas vezes por ano uma revisão das minhas coisas e tenho o hábito de doar o que já não quero, não uso. Cheguei a doar roupa com etiqueta ainda pois acho muito giro quando compro e nada giro quando chego a casa. Há quem precise mais do que nós e decerto que agradecem qualquer miminho.

    ResponderEliminar