6 de outubro de 2015

O (suposto) drama de perder peso: A Verdade.

Não vou começar este post a revoltar-me com os padrões de beleza e a quantidade absurda de dicas e coisinhas que nos impingem sobre dietas. Todo o mundo já está farto de saber.
O que tenho a dizer hoje é para aquelas pessoas que querem baixar um número na roupa, perder 4-5 kg ou tonificar o corpo.
Ficam algumas ideias.



- Esquecer as dietas manhosas de "8 kg num mês".
Não resultam. Ou não atingimos os números propostos porque desistimos de comer couve com couve todos os dias ou porque atingimos o peso que queremos mas estamos tão frustradas por não comer massa há semanas que voltamos ao mesmo num fósforo.


- Perder peso não implica comida sem sabor.
Existem imensas dietas (e dietistas/nutricionistas) que nos vendem uma nova rotina e alimentos completamente diferentes daqueles que estamos acostumados a comer. Vamos ter de mudar de vida para perder 5 kg? Nop. Devemos rever a quantidade de comida que ingerimos e equilibrar os nossos pratos, isso sim. 


- Sentir-se "saciado" e não "cheio".
Este era o meu principal erro. Por comer poucas vezes por dia, ao almoço por exemplo comia até me sentir cheia. A digestão demorava e era muito mais notória a passagem do "muito cheio" ao "muito vazio". Quando não nos atafulhamos em comida não perdemos tanta energia a seguir à refeição (conhecem aquela preguiça?).


- Beber água, de facto, ajuda!
Verdade universal. Reduz-se a retenção de líquidos (sim, vão notar a celulite bem mais disfarçada), a barriguinha perde volume, a pele ganha anos de vida, o estômago não grita fome tão facilmente. No início, pode ser um esforço beber água mas com o passar dos dias vão perceber que o vosso corpo a vai começar a pedir, aí o martírio passa a necessidade.


- O melhor petisco é a fruta.
Vejo imensas bolachas, palitinhos e outras ideias engraçadas para se petiscar entre refeições. Quando começo a ver o valor calórico de cada bolachinha, por exemplo, entendo que me "pesa" o mesmo que uma maçã bem grande. Gosto muito de fruta e não a largo quando preciso de voltar a ficar confortável no meu corpo. Sacia, dá energia, é sempre nutritiva, melhor não há. Sabiam que as maçãs são óptimas para fazer uma improvisada lavagem de dentes? Verdade!! :) 


- Não temos todos de correr a maratona.
Facto: mudar as nossas práticas no que toca a exercício físico vai alterar imediatamente o nosso corpo, a massa muscular, a postura. 
Há imensas formas de exercitar o esqueleto. Se não querem ir para o ginásio, façam caminhadas, façam exercícios em casa (a net é um mundo!), comecem a correr (ao vosso ritmo). Agora, por vermos que aquela gaja conhecida corre 30 km ao pequeno almoço não temos de querer fazer o mesmo. Respeitem o vosso corpo, não queiram lesões, avancem na intensidade dos exercícios somente quando entendem ser razoável.




Se queremos alterar alguma coisa na nossa vida, como melhorar o nosso aspeto, a iniciativa tem de partir sempre de nós. A influência exterior não pode ser a motivação. Vamos ter sempre alguém a falar mal de nós, acreditem. Sejam o melhor que podem ser, mas para vocês, por vocês!

imagens através de google.pt
Um beijo,
MariaDaniela

Sem comentários:

Enviar um comentário