7 de setembro de 2016

[Michael Kors] A minha primeira bolsa de designer!


Era um objetivo para este ano. Se calhar o objetivo mais consumista de todos. 
Para 2016, propus-me a endireitar o sorriso, a ter uma vida mais ativa e mais saudável e entre outras coisas a ter a minha primeira bolsa de designer. 
Sabia à partida que seria uma Michael Kors porque, por norma, gosto da maioria dos modelos e que aliada a uma qualidade inquestionável o preço não é dos mais elevados que se praticam por aí.


Comecei a poupar no Natal de 2015 com os meus primeiros 50€ para aquela que eu achava que seria a minha Selma cinzenta. (Modelo Selma aqui)
No entanto, perante a dificuldade de conseguir a bolsa que queria com as caraterísticas que tinha idealizado, surgiu este modelo. Não conhecia, estranhei e depois entranhei.
Chama-se Ava, também da Michael Kors, e é um modelo um pouco mais recente que o Selma. A minha é no tamanho medium, que existe ainda em small e extra small
Podem ver os detalhes no site. O seu formato é um clássico, com fecho de mola (íman) na aba, um compartimento atrás e dois por dentro, um com fecho e outro aberto. 
Tem uma pega para se usar na mão e uma fita também em pele saffiano para permitir o uso a tiracolo.
Gosto muito dos detalhes em prateado, já que a minha tendência para os dourados é absurda. Esta mala veio mesmo criar a diferença no meu guarda-roupa.
Penso que foi uma muito boa compra tanto pelo modelo como pela cor. O modelo, como já disse, considero-o muito clássico e que é perfeitamente adequável às mais diversas ocasiões. Dá para o trabalho, dá para sair à noite, dá para ir ao hipermercado com umas sapatilhas nos pés. A cor, neutra, encaixa perfeitamente no inverno e no verão. Essa foi uma das minhas maiores preocupações: que não ficasse a um canto 6 meses por ano. As malas pretas são um básico mas nas estações quentes tendem a pesar um pouco os looks, por exemplo. O tipo da pele não risca com as unhas, é rígida e como eu sou rapariga de carregar pouca coisa comigo diariamente acredito que não perca a forma com facilidade
Estou muito feliz com ela e acredito que vá ser a menina dos meus olhos dia-sim-dia-sim. Estou a imaginar mentalmente os looks dos próximos dias e ela encaixa na perfeição em todos eles. Perigo!! ahah

Agora gostava de saber a vossa opinião. Quem tem bolsas de designer? Que gostava de ter e quem acha um desperdício de dinheiro? Esta malinha é um amor ou eu estou a ficar cegueta? Contem-me tudo!

Um beijo,
MariaDaniela

8 comentários:

  1. Gosto bastante dessa, mas prefiro o modelo Selma :) Não tenho nenhuma bolsa de designer, mas se comprasse seria uma Selma! Custa-me dar tanto dinheiro (mesmo que em promoção custe à volta de 150€), prefiro guardar e juntar para viajar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também continuo com a Selma no coração. Talvez no futuro, não sei. Eu fui metendo dinheiro de parte para que fosse uma coisa que não me "doesse" a comprar. Aliás, comecei no Natal e só a comprei agora, por isso entende-se que não foi nenhuma correria :P
      O que importa é termos sempre objetivos para ir poupando. Viajar é talvez o melhor deles todos! :)

      Eliminar
  2. É lindona e cá para nós, não podias ter escolhido cor mais versátil :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto são influências tuas. Se eu seguisse o meu instinto teria sido verde alface!!!

      Eliminar
  3. Claro que tinha de vir ver! :D E claro que ficava bem. Que tal deixares-me dar umas voltas, assim, de quando em vez?
    Bem que não me importava nada de poupar para uma coisa do género, maaaaas, uma pessoa casa-se, compra casa etc e tal e as prioridades são outras. Por isso, olha, APROVEITA agora (creeeeeeedo, pareço uma velha a falar)!

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No comentário que te fiz pensei dizer que se vivêssemos pertinho malas e acessórios deviam andar sempre a saltar de casa em casa, mas achei que podia ser mal interpretado! :P
      É normal, as prioridades vão sempre mudando. Casada de fresco então (ainda se pode dizer que sim, não é?) há tanto mais em que investir que as malas e os sapatos mais caros devem ficar beeem lá no fundo da lista!
      Uma beijoca!

      Eliminar
  4. Eu (ainda) não tenho nenhuma mala de designer, mas confesso que as MK também em aquecem o coração. Não conhecia este modelo e não só é gira como me parece muito versátil! Um dia também vou perder a cabeça, mas ultimamente só tenho passeado por lojas de decoração e coisas para a casa...

    ResponderEliminar