11 de janeiro de 2017

A dedicação há-de recompensar-te sempre!

thecrowdfundmarketing.com

Escrevi o título deste post e fui deixando ficar até hoje, em que tudo se concretizou de forma a que o tema fizesse mais sentido do que nunca.
Penso que logo a seguir à saúde física e mental, a dedicação e a força de vontade devem chegar de mãos dadas e cimentar bases na nossa vida. A dedicação à família, aos amigos, aos hobbies, a nós mesmos.
Tudo o que nos propomos a fazer deve levar um shot de coragem e de entrega, de outra maneira não vale a pena. Sejam projetos no trabalho seja na decoração do nosso jardim.

Só há uma coisa que não merece o nosso empenho: fazer mal aos outros.

Sei que vou parecer uma criança sem qualquer contacto com a realidade mas até hoje nunca tinha tido um tão forte impacto com alguém que quisesse mesmo prejudicar-me. Já vos falei daqueles que competem comigo (neste post, por exemplo) seja na escola ou no tipo de emprego que cada um tem, mas ter na minha vida alguém que assumidamente me tenta prejudicar é uma estreia. 
Na altura fiquei furiosa mas depois de ter esperneado até me cansar, percebi a perda de tempo.
Enquanto eu dou o litro para apresentar resultados, essa pessoa aplica o seu esforço em manchar a minha imagem deixando completamente de lado as funções que lhe competem. Não lhe servirá de muito quando eu tiver uma noção plena de empresa e ela tiver apenas um cardápio de coisas giras que diz sobre mim.
Então, não lhe sinto pena, apenas deixei de lhe sentir o que quer que seja. Tenho o carinho e o respeito de quase todos quantos conheço aqui dentro, tenho dado provas das minhas capacidades, então a minha dedicação há-de recompensar-me sim senhor!
Nunca tive tempo para perder a odiar pessoas ou a sequer magicar planos para as destabilizar, sou demasiado preguiçosa nos meus tempos livres. Não dá.
E perdoem-me a falta de modéstia mas acho que o mundo funcionaria melhor assim, mais focados no nosso umbigo e nas nossas vontades do que na relva do vizinho que parece mais verde que a nossa. (não falo aqui de solidariedade ou de boas ações, atenção!)
Não podemos passar pela vida e carregar connosco o sentimento "eu tenho pouco mas fico feliz se fulano tiver menos que eu!" do início ao fim. Precisamos de nos cultivar, de ter uma vida plena, de sacrifícios, de esforço e de recompensas. 
Não vale a pena viver de comparações, de "medir pilinhas", de cálculos e de expectativas. Se o Josefino conseguiu "tal" eu também conseguirei SE me esforçar na medida em que ele o fez. Sem dedicação pouca coisa se consegue e, a conseguir, também se perde com a rapidez com que se alcançou. 
Querer ver os outros pior que nós é uma perda de energias enorme. Já aqui disse e é um dos meus mojos: Se todos estiverem felizes e realizados terão menos tempo para se preocupar com a minha felicidade. Por isso, desejo sempre genuinamente que as pessoas sejam felizes. Eu já sou e quero continuar a ser amanhã e depois e depois. Sempre dedicada a mim.

Perdoem-me o desabafo mas hoje teve de ser.

MariaDaniela

2 comentários:

  1. Não podia estar mais de acordo. Sempre me fez confusão a quantidade de pessoas que fica feliz com a miséria alheia. Aliás, isso é uma boa forma de ir analisando pessoas. Quantas se dizem nossos amigos e até nos consolam nos momentos de tristeza mas depois são incapazes de se alegrar com as nossas vitórias e alegrias? É triste mas cada vez percebo com mais clareza que é uma espécie que prolifera rapidamente.
    Eu também prefiro dedicar-me a mim e aos meus objectivos. Posso não ser a melhor mas quero ser a melhor que os meus recursos me permitam. Sim, claro que também quero ser a melhor mas por superação e não por nivelar por baixo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes eu começo a achar que os nossos amigos nós "encontramos" nos nossos momentos felizes, ao contrário do que se diz. Quando estamos em baixo recebemos os afagos de todos, com alguns deles a desejar secretamente que nos mantenhamos lá no fundo. Na felicidade e nas conquistas vemos quem nos ama mesmo e festeja connosco.
      Concordo muito com tudo o que disseste! Se formos o melhor que podemos ser, perfeito! Não somos menos que ninguém!

      Eliminar